ENTIDADES SINDICAIS SE REÚNEM COM PRESIDENTE INTERINO DOS CORREIOS

0
60

Na manhã desta sexta (06/1), representantes de entidades sindicais se reuniram com o presidente interino dos Correios, a convite do mesmo. A FENTECT foi representada por parte da direção que está em Brasília. O secretário-geral José Rivaldo ponderou sobre o último período da gestão Bolsonaro onde os trabalhadores foram duramente atacados e perseguidos e falou a respeito da militarização que aconteceu nos Correios e nos órgãos ligados à nossa empresa.

A ocasião foi oportunidade para apresentar os principais problemas vividos pela categoria (CONCURSO PÚBLICO, PERSEGUIÇOES, SOBRECARGA DE TRABALHO, SD DESUMANO, POSTALIS E POSTAL SAÚDE). Todos estes assuntos estão acumulados pela falta de diálogo dos últimos 4 anos de desgoverno Bolsonaro.

LUTA POR DIREITOS

Sobre o Postalis e Postal Saúde, o Presidente Interino orientou que, devido a inadimplência, a empresa vai promover uma recuperação dos participantes de forma a criar programas que desonerem as dívidas, com perdão de 100% dos juros e mora, e que possam parcelar da melhor forma possível. Foi dito ainda que foram feitos estudos sobre a paridade na diretoria do POSTALIS, visto que os grandes Fundos de Pensão têm diretoria eleita e paritária.

Sobre as perseguições e demissões nas regionais, fomos informados de que está sendo criado um Comitê Disciplinar Extraordinário para análise dos casos apresentados. Na oportunidade, apresentamos 5 trabalhadores demitidos, sendo 4 do Mato Grosso e 1 de Santa Catarina. Sobre este tema, quem puder enviar nomes de perseguidos e demitidos, pedimos que enviem para FENTECT, para que possamos apresentar para avaliação do referido comitê.

Formos informados também: 1- que será recriada a Comissão Permanente de Negociação com as federações, para tratar dos temas elencados e que a mesma se reunirá ainda neste mês de janeiro 2023; 2- que será criado uma Comissão para organizar RI para Superintendentes Regionais; 3- que o Presidente Interino já conversou com o Ministro das Comunicações sobre a realização de Concurso público ainda em 2023, e que, segundo o mesmo, reconhece que a empresa precisa de 5 mil funcionários; 4- que já encaminhou a suspensão da venda de imóveis da empresa, a partir desta data, bem como, a suspensão do PDI, para análise; 5- que a empresa deve abrir em 2023 um Centro Internacional de Cargas, que se instalará no Rio Grande do Norte.

MUDANÇAS NOS MANUAIS

Os representantes dos trabalhadores também questionaram as mudanças nos manuais, que vem acontecendo e que, ao nosso ver, implicam em mudanças unilaterais no ACT, com as quais não temos acordo. Os dirigentes da empresa ficaram de rever as mudanças apontadas pelos trabalhadores.

Cobramos, também, uma maior interação da ECT com as ARCOS nos Estados e uma solução dos problemas relativos ao desconto em folha de pagamento para as mesmas. Ficou acertada a possibilidade de uma reunião com as ARCOS.

Ao final da reunião, todos e todas representantes dos trabalhadores e trabalhadoras presentes reclamaram da forma com que foram tratadas as entidades sindicais nos últimos anos e que esperam que isso seja uma página virada na história dos Correios.

NEGOCIAÇÃO PERMANENTE

A reunião se encerrou com as colocações dos demais representantes que participaram, sempre em tom de crítica à gestão Bolsonaro. O presidente interino se comprometeu em retomar o diálogo, através da comissão permanente de negociação, que deve rever as dívidas do Postal Saúde, podendo haver parcelamento.

Embora a FENTECT tenha participado da reunião, sabemos que em breve será nomeado pelo presidente Lula o presidente efetivo da estatal, que esperamos estar alinhado com o projeto que foi eleito por nós nas urnas e que tomou posse no dia 1° de janeiro de 2023, para reconstruirmos nossa empresa e resgatar nossos direitos.

fonte: com informações da
https://www.fentect.org.br/