Campanha salarial: Barrar a privatização dos Correios, avançar e reconquistar, já!

0
1037

Na última terça-feira, 05.07, aconteceu a primeira reunião de negociação da Campanha Salarial 2022, entre os representantes sindicais da categoria e os Correios. A empresa, como sempre, já iniciou o processo de negociação apresentando limitações ao apresentar um calendário com apenas 4 reuniões, numa demonstração clara de que pretende apenas cumprir os protocolos legais, se preparando para justificar perante o TST ao levar nossa Campanha Salarial ao Dissidio Coletivo de Greve, mais uma vez.

Os representantes dos trabalhadores e trabalhadoras, por sua vez, ponderaram sobre a necessidade de ampliação desse calendário para, no mínimo, 12 reuniões, o que seria uma quantidade razoável para discutir e debater as reivindicações da categoria e as propostas da empresa com a devida atenção e seriedade que o assunto demanda.

A reunião durou pouco mais de meia hora, onde foi apresentado o cronograma relâmpago de reuniões para que não haja negociações de verdade. O Comando de Negociação reforçou a solicitação já feita, diversas vezes por meio de ofício, de realização das reuniões de forma presencial, levando em conta as dificuldades de uma negociação ser feita de forma virtual. A empresa já demonstrou não querer fazer reuniões presenciais, onde haja possibilidade de debates de negociação. Os representantes da Empresa se limitam a dizer que as ponderações e solicitações ficam registradas em ata. Ao final, ficou definido que a próxima reunião acontecerá na próxima sexta-feira, dia 08.07.

O momento é de mobilização e luta. Chamamos todos os trabalhadores e trabalhadoras a unir forças conosco, marcando presença, em massa, nas assembleias da categoria para garantirmos nossos direitos e retomar aqueles que perdemos nos últimos anos.

A LUTA É O QUE NOS MOVE!

Barrar a privatização dos Correios, avançar e reconquistar, já!

fonte: FENTECT