test

SINTECT/SE realiza ato e paralisação contra implantação do “SD da morte” no CDD Itabaiana

A direção colegiada do SINTECT/SE realizou hoje (29/5) no CDD Itabaiana um ato público com paralisação das atividades. Os membros da gestão partiram para o agreste para protestar contra o descumprimento em Sergipe do acordo nacional de suspensão do Sistema de Distritamento em todo o Brasil (conhecido como SD).

Criado nos anos 90 como uma tentativa de auxiliar na gestão operacional das unidades distribuidoras, o Sistema, que ficou também conhecido como “SD DA MORTE”, tem gerado justamente o inverso do que foi proposto, pois a quantidade de distritos vem sendo reduzida e há uma sobrecarga de trabalho que agrava o adoecimento dos trabalhadores. O SD causa o aumento da área de distribuição e, mesmo com uma ação judicial que tramita na justiça determinando que a percorrida do carteiro se limite a 8 km, existem áreas com mais de 30 Km, quase uma maratona diária, impossível de ser realizada.

Com a vitória do governo Lula, a atual gestão dos Correios tomou a decisão na Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP) de suspender a Ferramenta já na sua primeira reunião. O SINTECT-SE, junto com os representantes dos demais sindicatos nacionais, foram firmes na exigência da categoria sobre o fim imediato da ferramenta que só prejudica os trabalhadores.

“Essa nossa ação foi a maneira que encontramos de denunciar essa SD que está sendo feita aqui em Itabaiana de maneira camuflada”, alerta Jean Marcel, secretário geral do SINTECT/SE.

“A empresa ainda tenta suprimir o distrito 608, que é um distrito que há muito tempo estava parado por falta de funcionário, jogando responsabilidade de atendimento das ruas para os outros funcionários, acumulando mais trabalho, retrabalho e impondo mudanças goela abaixo que desrespeitam os trabalhadores”, enfatiza Marcel.

Artigos relacionados

ÚLTIMAS NOTÍCIAS